Publicidade online: tudo o que você jamais deve fazer!

Realizar a publicidade online de uma empresa não é uma tarefa tão simples, é preciso tomar cuidado com vários detalhes importantes para evitar erros que podem trazer grandes prejuízos para a campanha, além de propiciar resultados negativos aos recursos que estão sendo aplicados e criar uma imagem ruim diante dos consumidores.

A internet gera diversas oportunidades, no entanto, é preciso entender que não se trata de terra sem lei, onde tudo pode ser feito. Por isso, é necessário adotar estratégias claras para melhor se conectar com o público, gerar autoridade, ser referência no segmento e ter suas ações orgânicas livres de qualquer punição.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo mostrando os principais erros de uma publicidade online para que você possa evitá-los. Confira!

Por que na internet não se pode tudo

A internet representa de alguma maneira a promessa de realidade e a informação sem intermediários, por esse motivo, ela precisa ser feita com responsabilidade. A publicidade online jamais deve ser executada de forma autoritária, invasiva, enganosa ou opressora, tendo em vista que o consumidor está cada vez mais ciente dos seus direitos.

Uma campanha que preza pela ética e verdade, e que entre no espaço do cliente sem agredir, é o marco da nova era da propaganda em geral. Com isso, vem surgindo novos formatos de anúncios online, que respeitam as premissas básicas dessa liberdade, indicando um novo caminho em que só aqueles que sabem respeitar os limites terão êxito.

Black Hat SEO e SEO negativo

Se você tem um site ou blog sabe como é difícil criar estratégias de SEO que possibilitam um bom posicionamento nos resultados de buscas. Agora, imagine ter todo esse trabalho comprometido por intermédio de medidas executadas com a finalidade de atrapalhar o seu posicionamento? É o famoso SEO negativo, que tem se tornando uma preocupação para várias companhias.

O SEO negativo é caracterizado por um grupo de práticas realizadas com o objetivo de afetar o posicionamento de um site nos mecanismos de buscas, por exemplo, o Google. Entre elas, está o black hat SEO, em que são desenvolvidos alguns recursos para enganar as ferramentas e posicionar os sites no topo dos resultados.

Ou seja, mesmo que você elabore uma ótima estratégia de SEO, caso não mantenha seu site protegido, e ele se torne uma vítima dessas ações, poderá perder posição conquistada.

Essas ações tornaram temas de grandes debates, ganhando novas proporções, possibilitando a identificação e também a promoção de penalidades para sites que não estivessem com conformidade com as normas do Google. Entre os principais danos que o SEO negativo pode causar estão:

  • possibilita que conteúdos de outros sites sejam copiados e inseridos no seu, desrespeitando a política de duplicidade, podendo sofrer penalidades, como os ajustes na classificação ou a exclusão dos resultados de buscas;
  • permite que os links do seu site sejam prejudicados, fazendo com que ele tenha baixa qualidade ou viole os parâmetros de qualidade dos mecanismos de busca;
  • viabiliza a invasão de hackers, que podem excluir o site ou mesmo modificar o código para que ele não apareça nos buscadores;
  • prejudica a reputação da empresa, já que é possível criar perfis falsos nas redes sociais, disseminando conteúdos falsos.

Punições do Google

Caso as diretrizes do Google não sejam respeitadas, seu site poderá receber uma sanção, que vai depender da gravidade da infração, estabelecida em observância à quantidade de irregularidades e sua influência sobre o desempenho da página. As punições podem ser:

  • queda de 30 posições no ranking;
  • queda de 50 posições;
  • queda de 950 posições;
  • exclusão do Google.

Isso quer dizer que, se seu tráfego cair de uma hora para outra, pode ter recebido alguma penalidade. Para saber se foi penalizado pelo Google, você pode:

Se nenhuma dessas opções acusou uma punição, é possível ter perdido relevância devido a alguma atualização do Google ou aumento da concorrência. Então, será preciso aprimorar as estratégias de SEO para recuperar sua posição.

Caso tenha sido punido, é necessário identificar e excluir o que provocou a punição. Em seguida, faça um pedido de reconsideração ao Google para tentar reverter a penalidade.

Publicidade de itens proibidos

Algumas estratégias de comunicação precisam ter uma maior atenção sobre o impacto que provocará às expectativas do consumidor. Diversas publicidades foram proibidas pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) e pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), por serem inverídicas e desrespeitarem a legislação, ferindo a concorrência leal, a atividade do ramo e especialmente os clientes.

Conheça algumas dessas proibições:

  • publicidade enganosa: caracterizada por qualquer informação fala que seja capaz de formar uma ideia diversa da realidade de um produto o serviço;
  • publicidade enganosa por omissão: é entendida pela ação de deixar de informar dados importantes sobre o produto ou serviço oferecido, ou ainda sobre a aquisição ou formas de pagamento;
  • venda casada: trata-se de uma ação abusiva e proibida pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), que busca assegurar a liberdade de escolha do consumidor na obtenção de bens e serviços, por exemplo, entrada em cinemas com alimentos vendidos exclusivamente no local, cartão de crédito com seguro obrigatório, consumação mínima em bares, entre outros;
  • conteúdo ofensivo: veiculação de mensagem imprópria capaz de instigar a violência, discursos discriminatórios, práticas imorais e demais;
  • publicidade abusiva direcionada ao público infantil: qualquer tipo de publicidade que use a ausência de capacidade de julgamento de uma criança.

Erros de relacionamento com o cliente

O bom relacionamento com o cliente é essencial para o sucesso de uma publicidade online. Veja os erros mais comuns na conversão do público:

  • não entender o que os consumidores precisam, dificultando a personalização do produto que vai fornecer;
  • oferecer algo que seja apenas do interesse do negócio, deixando de fidelizar o cliente. Não adianta apresentar um produto incrível, com preço atrativo, se não é o que o comprador realmente precisa;
  • deixar de atender no prazo, sendo omisso ao fazer um post, webinar ou divulgação de um produto ou serviço. Evite atrasos, já que isso pode gerar dúvidas ao consumidor quanto à responsabilidade da empresa;
  • não solucionar os problemas. Diversos contatos são realizados, mas se não existe uma posição concreta da marca sobre a resolução daquela pendência, o consumidor ficará insatisfeito;
  • esperar muito tempo para dar as respostas. Quando um consumidor entrar em contato para esclarecer dúvidas, dar elogios ou para fazer uma reclamação, ele espera uma resposta rápida. A demora pode prejudicar muito nesse aspecto;
  • ignorar o feedback do público: ninguém melhor que os clientes para mostrar se as campanhas de publicidade online estão dando certo. Então, um grande erro é desprezar esse feedback. Analisar as sugestões para melhorar, verificar os pontos negativos e positivos é fundamental.

Erros de produção de conteúdo

Para gerar leads, atrair novos clientes e fidelizar os antigos, é preciso que os canais digitais sejam compostos de bons conteúdos para guiar os visitantes até as ofertas. Se a empresa não tem uma produção de conteúdo de qualidade, provavelmente está perdendo grandes chances de negócio.

A produção de conteúdo é um ativo imprescindível na publicidade online. É essa prática que vai fazer com que a companhia receba mais visitas por meio dos mecanismos de buscas, torne-se referência no ramo, mantenha-se em uma boa posição do ranking do Google e influencie o visitante no momento da compra.

Para se destacar no conteúdo é preciso:

  • planejar a estratégia;
  • definir a persona;
  • desenvolver as etapas do funil de vendas;
  • atentar à periodicidade das publicações;
  • interagir com o público;
  • utilizar táticas de chamadas para ação (call to action) — como assinar a newsletter, curtir as redes sociais, compartilhar o conteúdo etc.

Erros de segmentação e escolha do público

Uma falha muito comum é a falta de definição do potencial cliente do produto, pois de nada adianta ter uma boa solução se a publicidade não tem um direcionamento preciso. Quando uma organização não tem persona, algumas das possíveis consequências são o aumento dos custos de aquisição, dificuldades de fechar negócio, desistência das vendas realizadas, entre outros.

A persona é a delineação das características principais dos compradores. Não é necessariamente classificado por idade, sexo, ou região, mas pelas suas preferências pessoas e seus hábitos. Ou seja, segmentar e escolher o público é fundamental para que a publicidade online atinja aqueles que realmente demandam dos produtos e serviços oferecidos pela campanha.

Erros na definição do orçamento

Os custos para anúncios são bastante variáveis, e isso que vai falar o quanto de investimento é preciso para começar — não realizar essa definição é um grande problema. O ideal é fazer um planejamento e definir as metas que se pretende atingir, assim não vai ultrapassar o limite para gastos com publicidade, além de outras despesas que englobam a divulgação por meio de anúncios.

Erros em anúncios em redes sociais

O site da empresa precisa ser o foco principal, tendo em vista esse é meio em que o cliente vai encontrar toda a informação que necessita de forma mais ampla. Focar nos posts em redes sociais é importante, mas deixar uma página institucional de lado é um grande erro para quem deseja o sucesso com a publicidade online.

Isso ocorre porque é no site que serão publicados os conteúdos complexos e as chamadas para as ações de transformação e retenção de clientes. Afinal, o consumidor satisfeito é visitante assíduo da sua página. Para saber onde anunciar, é preciso estudar as especificidades de cada rede, tipo de conteúdo suportado, características dos usuários e demais pontos de que servirão como base ao montar o plano de ação.

Erros em ferir a diversidade, inclusão e ideologias sociais

A publicidade precisa sempre estar atenta ao comportamento público e da sociedade. Atualmente, o foco está na diversidade e inclusão, exigindo modificações no direcionamento das pessoas como na linguagem.

Várias marcas já tiveram problemas por não saberem tratar com grupos específicos e temas delicados e, caso a sua companhia não volte a atenção para isso, pode ser a próxima a enfrentar o mesmo problema.

Da mesma forma que acontece a rejeição para quem não se adéqua às novas demandas, a sua empresa pode aproveitar o momento para tornar sua mensagem mais diversas. Veja algumas ideias para evitar erros e se adaptar a esse conceito:

  • se posicione sobre a diversidade e inclusão, fazendo com que a empresa seja mais bem-vista por esses grupos por intermédio de ações projetadas e executadas;
  • diversifique as opiniões, principalmente ao elaborar novas estratégias. É fundamental que as pessoas de características e origens diferentes possam ser ouvidas e apresentarem seus pontos de vista;
  • adapte sua publicidade. Exclua a imagem de que casais consistem apenas em homem e mulher ao ilustrar sua campanha, tenha cuidado ao refletir a diversidade racial quando for escolher o que aparece nos anúncios, entre outros;
  • se expresse abertamente ao público, sendo honesto em relação aos posicionamentos da marca e não atue de maneira contraditória.

Aprenda com os erros pois, por melhores que sejam as suas intenções ao lidar com a diversidade e inclusão, algumas falhas podem ocorrer. Caso isso aconteça, aprenda com eles e busque soluções para corrigi-los. Nunca deixe de pensar sobre esse aspecto e ficar por dentro das tendências.

Erros de responsabilidade social, econômica e ambiental

Para os clientes, a integridade e transparência são questões relevantes e que precisam ser praticadas na publicidade online. Por esse motivo, elas precisam mostrar uma atitude capaz de colaborar com o desenvolvimento da sociedade. Em dias de engajamentos midiáticos frequentes, muitas vezes as campanhas publicitárias são uma maneira mais eficiente de expressar ideias e apresentar novas propostas.

Por isso, o ambiente de comunicação, que explora benefícios e promessas sobre produto, tem sofrido alterações. As companhias observaram que a publicidade, além de ser uma ferramenta que tem a capacidade de educar e estimular avanços, também pode ser uma medida que beneficia tanto a expansão do negócio quanto o desenvolvimento da sociedade.

Dessa forma, é possível concluir que a publicidade online está passando por um momento em que é preciso expressar mais sinceridade em seus anúncios institucionais. Caso contrário, as ações perdem a credibilidade e os consumidores começa a duvidar se a instituição é realmente uma empresa cidadã.

Não há dúvidas que o consumo é vital para a sobrevivência das organizações, porém, mesmo as campanhas publicitárias terem as vendas como finalidade, elas assumem agora a necessidade de falar sobre a conscientização.

Os problemas ambientais estão presentes na rotina de todos, e deixar de apresentar produtos que estão se reformulando para atender a um consumidor mobilizado com essa causa é um grande erro.

Pensar de forma sustentável passou a ser um investimento, já que com o intuito de reduzir os impactos, muitas empresas estão usando embalagens recicláveis ou reaproveitáveis, que além de reduzirem os custos, criam uma imagem positiva diante da opinião pública.

Outros tipos de erros

A gama existente de erros é muito extensa, por esse motivo, vamos mostrar outras falhas que também são bem comuns na publicidade online, impedindo o alcance de resultados do trabalho executado. Veja a seguir mais alguns deles.

Não ter landing pages otimizadas e grandes ofertas

Muitas vezes, as chamadas e ofertas não estão presentes nas páginas de conversão. Dessa forma, as pessoas terão dificuldade em manter contato, a menos que consigam compreender que você tem as soluções que eles precisam. As ofertas são boas opções, já que propiciarão aos visitantes o que eles precisam e agem como uma maneira de fidelizá-los.

Comprar listas de e-mails

Esse erro ocorre na maioria das vezes por ser uma das maneiras mais fáceis de começar uma publicidade. No entanto, pode ser bastante prejudicial para o negócio, já que as pessoas presentes na lista não demonstraram interesse nos seus produtos. Sendo assim, qualquer mensagem não autorizada será vista como um incômodo, fazendo com que eles marquem sua mensagem como spam.

Outro motivo é que as listas normalmente são de péssima qualidade, tendo em vista que essas pessoas devem receber e-mails de diversas companhias que também compraram endereços, que podem não existir ou estar desatualizados.

Deixar de identificar de onde os clientes estão vindo

Outra falha é deixar de entender exatamente quais são as fontes de tráfego, como e-mail, mídias sociais, links, palavras-chave etc. que estão atraindo as pessoas que futuramente virarão clientes.

Você pode achar que uma rede social está atraindo um grande público para o site, mas é um outro canal que está realizando um número maior de conversões. Portanto, é nesse meio que você precisa investir mais.

Focar somente na empresa e não do produto

O consumidor não quer saber o quanto a companhia é maravilhosa, mas sim se o problema dele será resolvido e se a empresa tem aquilo que ele precisa.

Não fazer a pesquisa da palavra-chave ideal

Como você espera que os clientes encontrem o negócio se o site não é otimizado para as palavras-chave buscadas pelo público no Google? É preciso compreender quais são as mais relevantes, as que têm um número alto de buscas e também as que fomentam um posicionamento melhor nos motores de busca.

Além disso, é necessário acompanhar o ranking atual de cada palavra-chave, quantidade de tráfego que estão recebendo e qual o número de conversões essas palavras têm proporcionado.

Deixar de respeitar o calendário editorial

Ao escrever e agendar os conteúdos da publicidade online é preciso elaborar um calendário editorial, que normalmente é regido conforme as necessidades da empresa. Por esse motivo, ele deve ser discutido e pensando de maneira prévia. O que não pode ser feito nessa atividade é a criação um material de última hora e sem qualidade — esse erro pode gerar crises para a marca.

Não aproveitar das vantagens do e-mail marketing

Se sua campanha enche a caixa de e-mail dos consumidores, esse é o momento de parar, já que o único resultado disso é o cliente tomar providências para que essas mensagens parem de aparecer. Ou seja, essa estratégia não funciona mais.

Aproveite o banco de dados que tem em mãos para promover o conteúdo. Por exemplo, você pode usar um e-mail diferenciando, sem exageros na frequência e escrito com o objetivo de manter os clientes.

Deixar de mensurar o tráfego orgânico

Não adianta ter uma projeção se você não consegue identificar quais foram os resultados obtidos. Por exemplo, caso faça uma campanha em um post do Instagram e insira uma Call to Action (CTA) no blog, como vai saber qual gerou mais cliques? Por meio do monitoramento, é claro.

O responsável que não mensura qual conteúdo da campanha está engajando o seu comprador comete um erro grave de publicidade online. Uma alternativa nesse caso é utilizar o Google Analytics para analisar o alcance de seus projetos.

Deixar os concorrentes de lado

Isso é algo que ocorre com muita frequência. Algumas empresas ficam presas em seus processos e esquecem de pesquisar o mercado, avaliar as práticas dos concorrentes e acompanhar as inovações.

Prestar atenção aos anúncios da concorrência é primordial para medir as próprias práticas. Às vezes, você consegue perceber erros e acertos nos métodos deles que poderiam fazer a diferença na sua estratégia. É questão de estar antenado sobre tudo que acontece no ramo de atuação.

Não ter um bom layout

Praticamente todo mundo já acessou um site com um layout ruim e nada atrativo. Nessa hora, tudo que as pessoas mais desejam é fechar a janela e procurar por um site mais bem estruturado. Isso ocorre porque muitas empresas produzem campanhas atrativas e bons conteúdos, mas não se preocupam com o layout do site e do blog, por exemplo. Uma ideia é utilizar imagens bem posicionadas, empregar cores adequadas e escrever com clareza e objetividade.

Por exemplo, se o anúncio não está gerando clientes, uma alternativa é mudá-lo de lugar, pois pode ser que o posicionamento não esteja chamativo. Por isso, é importante que os resultados sejam verificados.

É muito comum que as empresas apresentem erros no começo da sua publicidade online. Quando esses problemas acontecerem, eles não devem ser vistos como algo ruim, mas sim como uma oportunidade de aprimoramento para a elaboração das estratégias adequadas que trarão clientes e tornarão o negócio uma referência e autoridade no mercado.

Para isso, você pode usar os erros aqui apontados como base, começando esse processo da forma mais adequada possível e alterar os conteúdos conforme as novas demandas forem surgindo.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para baixar outros materiais gratuitos e conhecer melhor sobre outros assuntos!

banner-ebook-mkt-resultadoPowered by Rock Convert
Saiba agora mesmo quais são os erros cometidos na publicidade online e que precisam ser evitados. Para isso, basta ler este post!