Meu site não aparece no Google e não sei o porquê; saiba como resolver!

Uma pergunta que acontece com frequência entre as pessoas é: “por que meu site não aparece no Google?”. Alguns erros cometidos podem fazer com que o site fique nas últimas posições, sendo visto por pouco usuários e não alcançando o engajamento esperado.

No entanto, o que muitos não sabem é que existem critérios analisados pelo Google e estratégias próprias para que o site fique bem posicionado, nas primeiras páginas da busca e se tornando referência no tipo de assunto abordado.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar as principais falhas cometidas e o que deve ser feito para melhorar o seu ranqueamento. Confira!

Conteúdos pouco interessantes

A atração não é o único fator que deve estar presente no processo de captação de interesse das pessoas. Atualmente, o Google considera um item chamado “índice de rejeição”. Ou seja, a porcentagem de visitantes que abandonam a página imediatamente depois de entrar, indicando que o conteúdo não responde ao esperado pela pesquisa ou não agrega valor suficiente.

Não é preciso elaborar conteúdos complexos, mas é fundamental que todos eles despertem curiosidade do leitor, fazendo com ele saia do site com algo que possa aplicar ou já interessado em retornar para ver novidades.

Link não indexado

Caso uma página não esteja adequadamente indexada ao Google, nenhuma técnica de SEO poderá solucionar o problema. Nesse caso, você precisa averiguar se o seu site está visível ou não. Então, abra uma aba de pesquisa do Google e digite a URL da página.

Se a página aparecer no primeiro resultado, está tudo ok. Agora, se não aparecer, será preciso apresentar a sua URL aos robôs do catálogo do Google por intermédio de um link. Dessa maneira, poderão verificar a autenticidade do site e apresentados ao público nas próximas buscas.

Estrutura dos dados ineficaz

A maneira como uma página é arquitetada estabelece sua estética e para onde a atenção do visitante será direcionada a cada momento. Se ele não conseguir encontrar o que procura com facilidade, as chances de sair da página são altas, contribuindo para o aumento do índice de rejeição. Existem diversos pontos que podem prejudicar a estrutura da sua página, são eles:

  • pop-ups invasivos em áreas em que o usuário procura outros ícones;
  • fonte muito pequena, que dificulta a leitura;
  • excesso de informações exibidas de uma só vez;
  • imagens sem relação com o tema;
  • falta de explicação para termos menos habituais;
  • falta de critério para a classificação dos itens (cronológico, importância, alfabético, entre outros).

Falta de transparência na URL

Muitos usuários deixam de clicar no link do site pelo fato da URL não transparecer segurança ou não indicador o conteúdo, já que isso pode ser usado como um sinal de que a página não é relevante para o leitor. Uma boa URL precisa mostrar com objetividade o que o visitante vai encontrar na sua página.

Mau uso da palavra-chave

Esse é um dos principais erros cometidos. O Google opera suas pesquisas usando as palavras-chave, que são termos utilizados para reportar um certo tipo de conteúdo. Então, escolher as palavras de maneira errada pode custar muito para o seu objetivo.

Na hora de escolhê-las, defina uma palavra que seja compatível entre o site e a palavra-chave em si, para que o resultado da busca seja relevante. Algumas são usadas por muitos sites, isso eleva o valor do termo e reduz as possibilidades dele sair do topo, além disso, é necessário fazer as contas e averiguar se elas têm potencial para melhor sua posição nas pesquisas.

Lentidão da página

Ao optar por um servidor e desenvolver um site, é preciso pensar no tempo de resposta entre ele e os usuários. Quando alguém realiza uma pesquisa, não pretende ficar muito tempo esperando a página carregar. Por este motivo, o Google interrompe a conexão caso o tempo limite seja atingido.

O motivo disso pode mudar bastante, por exemplo, falta de qualidade da conexão do usuário, problemas no domínio do servidor, programação do site incorreta, excesso de anúncios, banners, imagens pesadas etc, então considere esses pontos para evitar a lentidão.

Como fazer para que o site fique bem posicionado?

Você pode adotar uma série de medidas para garantir um bom ranqueamento no site. Conheça as principais:

Estude as técnicas de SEO

O termo Search Engine Optimization, ou otimização do motor de busca, é usado para entender a maneira como o Google funciona e, assim, entregar suas pesquisas com o conhecimento e aplicações técnicas necessárias a seu favor. Sem essa compreensão, você pode cair em qualquer erro que possa comprometer seu posicionamento.

Evite conteúdos duplicados

O Google também avalia se o conteúdo do seu site é original, ou seja, se apenas você publicou certo conteúdo, se foi o primeiro a publicar ou se é cópia de outra página. O seu texto deve ser autoral, afinal, plágio é crime e o Google vai colocar o seu site lá embaixo caso isso seja constatado, além de poder responder a processos judiciais.

Escolha a palavra-chave adequada

Como já foi dito, as palavras-chave são termos usados para que a página seja encontrada de forma mais rápida na Google. Nunca deixe de inserir no seu conteúdo palavras-chaves relacionadas ao assunto proposto pelo seu site.

O usuário necessita entender do que sua página trata por meio das palavras-chave que ele contém e, que um bom ranqueamento para a procura desses termos, são relevantes para você.

Produza um conteúdo completo

É preciso que os conteúdos inseridos no seu site sejam de boa qualidade e mostrem os principais pontos e novidades sobre o assunto que se propôs a falar. Isso vai fazer com que consiga boas visitas, atraia mais leitores e conquiste um bom posicionamento no Google.

Tenha um site responsivo

O site responsivo é aquele que pode ser acessado com boa visualização em qualquer dispositivo, por exemplo, notebooks, tablets e celulares. Ele é capaz de suprir as necessidades dos usuários e tornar a experiência deles no site muito melhor.

O Google preza por quem procura prestar um serviço de qualidade, priorizando esses sites no momento da busca.

Tenha um site seguro

Ter um site seguro significa que ele possui um Certificado Digital SSL para fazer a criptografia de todos os dados informados no acesso, evitando ataque de hackers e roubo de informações pessoais.

No Google, os sites que não possuem o Certificado SSL instalados, são entendidos como não seguro, fazendo com que o usuário deixe de acessá-los.

Então, antes de se questionar: “por que meu site não aparece no Google?”, tente encontrar os erros cometidos e colocar as dicas aqui em prática para melhorar o seu posicionamento e ser uma referência de busca.

Este texto foi útil para você? Então, aproveite para ler “Quer saber como anunciar no Google? Conheça todas as possibilidades!” e saiba mais sobre o assunto!

Ebook Mitos do Marketing DigitalPowered by Rock Convert
Seu site não aparece no Google? Saiba como melhorar o posicionamento dele nas pesquisas e atrair mais pessoas para conhecer sua empresa. Saiba mais: