Onde anunciar? Atingir maior número de pessoas não deve ser o único critério

Seja você o diretor de marketing de um grande e-commerce, seja um microempreendedor individual tocando seu negócio de sua própria residência, investir em publicidade é fundamental. Contudo, onde anunciar o seu produto na internet, afinal?

O consumidor moderno mudou suas opiniões e seu comportamento, e nessa nova era digital, as empresas estão apostando em uma comunicação mais humana, empática e educativa. Os antigos comerciais repetitivos e invasivos não geram impacto como no passado e seu efeito na atualidade, por vezes, é negativo.

A nova publicidade continua informativa, transformadora e surpreendente, mas só funciona realmente quando atingimos as pessoas certas. Nesse sentido, muitos fatores precisam ser considerados para definir o melhor momento e espaço onde anunciar. Neste artigo trazemos as informações essenciais para você acertar em cheio na sua estratégia de divulgação.

Continue acompanhando e boa leitura!

O que é um plano de mídia?

O plano de mídia é o documento que define os objetivos e os canais que serão utilizados em sua estratégia de marketing e comunicação. Podemos imaginar diferentes direcionamentos para esse tipo de planejamento:

  • gerar novos leads;
  • impulsionar vendas;
  • lançar um novo produto;
  • realizar uma campanha informativa;
  • aumentar o reconhecimento da marca.

Pode-se dizer que o propósito do plano de mídia é tornar as suas ações de comunicação integradas e coerentes, tendo em vista a participação de diferentes profissionais e empresas nesse processo. Sua eficácia, no entanto, depende de um planejamento de marketing criterioso, no qual são previstos estudos, análises e monitoramento constantes.

Como desenvolver um bom plano de mídia?

Antes de abordarmos estratégias específicas, precisamos destacar as ações-chave para o desenvolvimento de um plano de mídia eficiente. Confira os principais passos que você deve seguir para alcançar bons resultados na hora de anunciar produtos!

Conheça o seu público

Não interessa se você está fazendo marketing, publicidade ou propaganda, uma estratégia de negócios só funciona quando ela é capaz de atender demandas. Você precisa conhecer o seu consumidor — quem são essas pessoas, o que elas fazem, quantos anos têm, com o que trabalham, pelo que se interessam, o que elas procuram, que tipo de coisas elas rejeitam etc. — e ajustar os processos da sua empresa, da gestão à comunicação, de acordo com o seu comportamento, suas necessidades e desejos.

As pessoas não procuram apenas produtos e prestadores de serviços, o novo consumidor procura por marcas que defendam suas causas e desenvolvam ações relevantes para o seu público e para a sociedade. Nesse cenário, o profundo entendimento da sua persona é crucial para a criação de conteúdos e anúncios realmente impactantes.

Realize uma pesquisa de mercado

A pesquisa de mercado é o ponto de partida de qualquer estratégia de marketing e uma prática extremamente recomendada para todos os tipos de negócio. A ideia é vislumbrar um panorama de uma área de atuação analisando as ações da concorrência, o feedback de consumidores e estudos de organizações especializadas para avaliar o que é está e o que não está funcionando no mercado.

Estudar casos de sucesso no seu setor é um bom começo para obter informações e insights, mas não se esqueça de também conferir as falhas e equívocos cometidos pelas empresas, geralmente menos anunciados, pois eles podem ser ainda mais valiosos na sua análise.

Procure analisar o desempenho de áreas como:

  • marketing (desenvolvimento de produtos e serviços, campanhas e comunicação);
  • reconhecimento da marca:
  • atendimento ao cliente, seja por meio de telefone, seja por meio das mídias sociais;
  • mídias utilizadas e desempenho geral da publicidade;
  • aceitação de antigos e novos produtos ou serviços.

Considere os recursos disponíveis

Tenha em mente que o orçamento, ou budget, é o principal limitador das ações de comunicação e os recursos disponibilizados podem variar consideravelmente de acordo com o porte e a mentalidade dos gestores da organização.

Procure listar detalhadamente todas as ferramentas e serviços que seu plano de mídia demandará — tais como plataformas de marketing digital, CRMs, empresas de e-mail marketing, produtores de conteúdo, influencers, materiais físicos, agências de publicidade etc. — e defina uma hierarquia para lhe orientar em virtude de possíveis cortes de verba.

Tenha em mente, porém, que algumas estratégias, como o Marketing de Conteúdo, por exemplo, podem exigir um tempo mais longo de maturação antes de apresentarem resultados sólidos. Sendo assim, considere, também, os potenciais de curto e longo prazo de suas ações.

Identifique e esclareça quais são os seus objetivos

Toda estratégia necessita de um norte e o ideal é que ele seja o mais claro e objetivo possível. Um método didático para criar metas e objetivos é o chamado SMART, uma sequência de iniciais (em inglês) que indica as cinco características essenciais de um plano eficiente:

  • specific (específico): seu objetivo não precisa ser simplista, mas deve ser sucinto, claro e direto;
  • measurable (mensurável): é preciso que existam maneiras eficientes de acompanhá-lo e medi-lo;
  • attainable (atingível): você tem licença para ser ambicioso, mas antes de tudo, é fundamental que seu objetivo seja realista;
  • relevant (relevante): os benefícios que seu objetivo prevê devem ser lógicos e favorecerem o negócio;
  • time-bound (limitado por tempo): é preciso estipular um prazo para sua conquista ou conclusão, a fim de orientar toda a sequência de tarefas que serão necessárias.

Selecione os canais de divulgação

Esse é um dos pontos em que tratamos da provocação presente em nosso título. Sobretudo na internet, onde a publicação em diversas plataformas diferentes é relativamente simples, cria-se uma falsa noção de que é obrigatório estar em todos os lugares, mas isso nem sempre é o ideal.

Cada canal tem suas peculiaridades e um perfil de público bem definido, portanto, não se engane investindo todo o seu tempo e dinheiro na plataforma mais popular do momento, muito menos pulverizando seu orçamento em todas elas. Voltamos ao primeiro passo descrito neste tópico: seu público. Você precisa saber onde o seu público está e focar suas campanhas nesses canais.

Crie uma estratégia de produção de conteúdo

De nada adianta usar o canal certo e atingir as pessoas erradas, e é o seu conteúdo o grande segmentador das suas campanhas. Por isso, ele precisa ser desenvolvido de maneira cautelosa e profissional.

Vale observar, também, que caso a sua estratégia englobe vários canais diferentes, é extremamente recomendável que o seu conteúdo seja adaptado para cada um deles. Simplesmente replicar postagens inspira amadorismo e pouco comprometimento com seu trabalho de comunicação.

Tendo em vista essas orientações, é preciso criar uma estratégia de produção de conteúdo pautada no seu plano de mídia e definir um calendário editorial para organizar e manter um fluxo eficiente de campanhas e publicações. Esse trabalho, no entanto, pode exigir a contratação de profissionais e empresas especializadas em desenvolvimento, Marketing Digital e SEO (otimização para motores de busca).

Crie um plano de monitoramento

Uma das maiores revoluções trazidas pelo Marketing Digital foi a possibilidade de acompanhar, com uma precisão quase cirúrgica, o desempenho e os resultados das ações de comunicação em tempo real. Contudo, não basta instalar softwares e contratar serviços sem uma análise prévia, você precisa saber quais dados são realmente úteis para o objetivo que você almeja.

Essa é uma tarefa bastante delicada que, por vezes, gera muitos equívocos. Na divulgação de sites e lojas virtuais, por exemplo, o tráfego é uma métrica comumente superestimada. Pense um pouco: de que adianta ter milhares de acessos em seu e-commerce, se nenhuma dessas pessoas faz compras?

Como você vê, a escolha dos seus indicadores de desempenho precisar ser feita com cautela, não podemos nos deixar enganar pela vaidade. Defina os números que, de fato, influenciam o desempenho da sua estratégia e os monitore constantemente a fim de otimizar todas as suas ações de marketing.

Como e onde anunciar? As principais estratégias e ferramentas para divulgar com eficiência

A internet disponibiliza um enorme universo de possibilidades, mas diante de tantas opções, é natural não saber onde anunciar. A seguir, apresentamos um resumo das principais mídias e ferramentas disponíveis na atualidade para ajudar você a escolher os melhores caminhos para divulgar seus serviços e produtos. Confira!

Mídias pagas

Anunciar com ajuda de serviços de publicidade online continua sendo é uma estratégia muito eficaz. A maior vantagem dessas ferramentas é a precisão: nas campanhas é possível controlar o investimento, a segmentação e o alcance dos seus anúncios, e ainda automatizar longos períodos com campanhas programadas.

As principais soluções dessa categoria são:

  • Google Ads (incluindo anúncios no Google Maps e no Google AdSense);
  • Facebook Ads;
  • Twitter Ads;
  • Instagram Ads;
  • LinkedIn Ads.

Marketing de conteúdo

O Marketing de Conteúdo é um grande conjunto de estratégias. Nas quais se destacam na internet o Inbound e o Outbound Marketing, metodologias que se relacionam com todas as práticas abordadas ao longo do artigo.

Seja atraindo pessoas por meio da publicação de conteúdo relevante, seja realizando anúncios estratégicos a partir de um plano de divulgação, a proposta desse tipo de marketing é gerar público, autoridade e valor para a sua marca.

Programas de afiliados

Os programas de afiliado funcionam, basicamente, a partir de uma parceria entre empresas e vendedores comissionados. Os afiliados são geralmente blogueiros, YouTubers ou empresas especializadas que divulgam produtos e serviços de terceiros para sua audiência.

As plataformas que são referências nesse tipo de divulgação no Brasil são:

  • Hotmart;
  • Eduzz;
  • Monetizze.

E-mail Marketing

O E-mail Marketing é uma das ferramentas mais antigas do marketing digital, mas seus resultados continuam bastante expressivos nos dias de hoje. Apesar de não aparentar, o e-mail ainda serve como um mecanismo central que une a internet como um todo e permite estabelecer um vínculo entre consumidores e empresas.

Diretórios especializados

Muito utilizados por prestadores de serviço, os diretórios são os sites que reúnem informações de contato de diferentes empresas e profissionais de um ou mais setores. Essa prática, porém, está caindo em desuso, uma vez que o maior e mais confiável diretório para divulgação de serviços e produtos é o próprio Google. Para ser listado nele basta realizar um cadastro na plataforma Google Meu Negócio.

Marketplaces

Os Marketplaces são os shopping centers da internet. Com uma infraestrutura robusta, essas empresas disponibilizam espaços para anunciantes de todos os tipos e tamanhos. Ainda, oferecem ferramentas de divulgação extremamente eficientes.

A maior vantagem desses espaços, porém, é o público. A audiência de grandes sites da categoria como Mercado Livre, OLX, Americanas e Amazon é enorme e não para de crescer, bem como a confiança do consumidor nos serviços prestados por eles.

Podemos concluir que não basta que sua divulgação tenha um amplo alcance, é preciso desenvolver uma estratégia objetiva e eficiente capaz de atingir as pessoas certas. A internet é um ambiente muito amplo, dinâmico e competitivo, no qual a precisão tem um caráter fundamental.

Se você ainda tem dúvidas sobre quando, como e onde anunciar, conte com a ajuda de quem entende do assunto e tem mais de 30 anos de experiência em publicidade para compartilhar. A HUB Criação funciona como um grande departamento de Customer Sucess, no qual as melhores ações são definidas de acordo com as necessidades específicas de cada cliente.

Entre em contato conosco e venha conhecer o nosso trabalho de perto!