Marketing nas redes sociais: o guia para orientar a sua estratégia

A internet mudou a política, o mercado e o comportamento das pessoas. É uma verdadeira transformação global sem precedentes em que as mídias digitais ocupam uma posição de destaque na comunicação. Portanto, qualquer profissional ou empresa que pretende alcançar alguma visibilidade nos dias de hoje precisa trabalhar seu marketing no campo digital.

Neste guia falaremos especificamente sobre gestão de redes sociais e como você pode usá-las de forma eficiente para alcançar os melhores resultados. Segundo a pesquisa Social Media Trends, realizada pela Rock Content em 2017, 92.1% dos participantes afirmaram estar presentes e ativos nessas plataformas.

Não é novidade que esse canal ganhou extrema popularidade e importância nos últimos anos e, por isso, resolvemos elaborar um guia completo sobre o assunto desde as características e funcionalidades de cada plataforma até as técnicas e métricas que você pode (e deve) aplicar na estratégia de marketing digital. Prepare o papel, caneta, café e boa leitura!

1. Por que e como fazer marketing nas redes sociais?

Somente até o final de 2016, cerca de 2,8 bilhões de pessoas utilizavam redes sociais de acordo com a Hootsuite 2017 e 94,4% das empresas brasileiras pesquisadas no Social Media Trends declararam desenvolver ações de marketing nesse tipo de canal. Em outras palavras: atuar nesse campo não é mais uma mera opção, é uma necessidade constatada!

Criar presença online e manter um meio eficiente de interação com os consumidores são alguns dos principais motivos que levam as empresas a fazerem marketing nas redes sociais. E não podemos nos esquecer do principal deles: o seu concorrente provavelmente já está lá!

E não pense que postar alguns links e frases de efeito toda semana é o suficiente. Se você pretender obter resultados relevantes será preciso atuar de maneira mais profissional. Marketing, em essência, é estratégia: planejar, coletar dados, monitorar, analisar e melhorar constantemente!

Fazer marketing nas redes sociais, de forma mais específica, é produzir conteúdo e realizar ações especialmente para elas. As vantagens são inúmeras como maior divulgação da sua marca, engajamento do público, aumento do tráfego no seu blog ou site e, consequentemente, mais conversões e vendas!

2. As principais redes sociais da atualidade

Vamos começar falando um pouco sobre as características das principais redes sociais do momento:

2.1. Facebook

Apesar das recentes polêmicas envolvendo a empresa, o Facebook se mantém como líder absoluto no quesito redes sociais. A plataforma já conta com mais de 1 bilhão de usuários e é a rede social mais utilizada no Brasil.

É também a rede mais usada para negócios no país. 97.6% dos entrevistados no Social Media Trends afirmam utilizá-lo em suas estratégias, sendo as fanpages o principal recurso explorado.

O Facebook é um excelente ambiente para criar grupos e promover discussões. Pode funcionar como um canal direto de atendimento e oferecer excelentes dados sobre o comportamento do público.

2.2. Instagram

Atrelado ao Facebook, o Instagram cresce como nenhuma outra rede social no Brasil e já é a segunda plataforma mais utilizada pelas empresas brasileiras, esbanjando mais de 600 milhões de usuários.

É um ambiente simplificado focado no apelo visual. Os diferenciais do Instagram são as hashtags (#) que permitem que o seu conteúdo seja encontrado pelos usuários e o Instagram Stories, que permite criar conteúdos em imagem ou vídeos curtos personalizáveis de até 15 segundos que desaparecem após 24 horas.

Estima-se que o engajamento gerado no Instagram possa ser até 10 vezes mais eficiente do que as ações do Facebook. A rede social é muito povoada por jovens e são comuns os empreendimentos do segmento de moda e beleza.

2.3. LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social profissional e claramente se nota um visual mais “formal” no seu layout e em suas funcionalidades. Na corrida pela popularidade entre as redes, ocupa o terceiro lugar, só perdendo para os “irmãos” Facebook e Instagram.

O LinkedIn é um espaço muito eficiente para recrutamento, criação de parcerias, employer branding (construir a reputação da empresa como um bom lugar para se trabalhar) e ações de endomarketing (marketing voltado para o público interno da empresa).

É preciso um pouco de cautela, entretanto, quanto ao conteúdo postado. Como o LinkedIn se caracteriza como um espaço corporativo, muitos materiais que dariam certo em outras redes sociais podem acabar em vexame dentro dele. O material precisa estar de acordo com as propostas de cada rede social.

2.4. Twitter

Com 313 milhões de usuários mensais, o Twitter é a quarta rede social mais utilizada pelas empresas brasileiras. O seu grande destaque está na comunicação e atendimento. É possível interagir e falar diretamente com o seu público de uma forma extremamente rápida.

O marketing dentro dele também deve ser muito ágil, pois a disputa pela atenção do público é gigantesca. Diferentemente do Facebook e do Instagram, o Twitter não filtra o conteúdo exibido e por isso as postagens circulam com muita agilidade.

Você pode adotar hashtags em suas estratégias e participar de discussões pertinentes ao seu negócio. Como é uma rede social que preza muito pela interação, é bom que você ou sua equipe estejam sempre a postos para tirar dúvidas e atender reclamações.

2.5. Youtube

O Youtube é a principal plataforma de compartilhamento de vídeos da internet. São mais de um bilhão de usuários e um conteúdo que atinge mais jovens do que qualquer canal de TV a cabo nos Estados Unidos.

Acredite ou não, mas o conteúdo em vídeo representa 74% do tráfego na web e é muito mais eficiente em capturar a atenção do usuário. Empresas que conseguem produzir materiais audiovisuais de qualidade podem ter resultados espetaculares com o Youtube!

Também é importante manter uma frequência de publicações para garantir um crescimento contínuo do canal. São muitos vídeos postados diariamente na plataforma e você precisará se esforçar bastante para conseguir se destacar.

2.6. Pinterest

Assim como o Instagram, o Pinterest foi pensando para conteúdos visuais como fotos, ilustrações e infográficos. É uma rede social dominada pelas mulheres (maioria dos usuários) o que pode significar alguma vantagem se o seu público-alvo é feminino.

Você pode integrar alguns botões da rede social no seu site como o “Follow” (Seguir) para que sua audiência possa acompanhar as postagens da sua empresa e o “Pin it” que é equivalente ao “Like” do Facebook.

O Pinterest também oferece algumas opções de personalização e recursos de otimização. Apesar de não ser tão popular quanto o Instagram, é uma plataforma muito intuitiva e pode ser um ótimo complemento para suas ações de marketing nas redes sociais.

2.7. Google +

Há quem diga que o Google + foi um fracasso, mas aconselhamos a não menosprezá-lo. O mercado digital é cheio de reviravoltas e se o projeto não tivesse mesmo nenhum potencial, o gigante Google certamente não manteria seus investimentos na rede social.

O Google + também permite páginas específicas para empresas e pode melhorar a sua autoridade e rankeamento nas pesquisas (SEO). É recomendável integrar o botão +1 (compartilhar) nas páginas do seu site para ajudar na indexação.

A rede social também conta com ferramentas interessantes como o Livestream Hangout que permite a comunicação com várias pessoas ao mesmo tempo e ainda oferece webinars, transmissão de eventos ao vivo e até anúncios.

2.8. Slideshare

O Slideshare é mais conhecido no meio acadêmico e corporativo. Basicamente o que ele disponibiliza é o compartilhamento de apresentações em PDF e Power Point com alguns recursos para melhorar a visibilidade e a eficiência dos arquivos.

É uma empresa que pertence ao LinkedIn e por isso pode trabalhar de forma integrada a ele, distribuindo o conteúdo para ambas as plataformas.

Você pode usar as apresentações, inclusive, para gerar leads! É possível inserir um formulário no fim de uma apresentação e capturar e-mails de quem viu todos os slides. Porém esse tipo de funcionalidade só está disponível na versão paga.

3. Preciso estar em todas as mídias sociais?

Não, pode ficar tranquilo! Na realidade, isso nem é recomendável. Cada rede social tem um tipo de público preferencial e um modelo de divulgação particular. Não faz sentido investir seu tempo e seu dinheiro num espaço que não é capaz de agregar valor ao seu negócio.

Redes sociais como o Instagram e Pinterest, por exemplo, trabalham com uma comunicação visual, o Twitter pode funcionar como um canal de relacionamento direto entre a empresa e o seu público, já o Facebook permite um alcance mais amplo porque é o mais utilizado entre todos. Percebe as diferenças?

E como escolher em qual delas devo anunciar — você deve estar pensando. Este é o ponto mais importante da sua estratégia: você precisa descobrir onde a sua persona está! Defina seu público-alvo, construa personas, defina os canais que mais utilizam e o tipo de conteúdo que consideram útil e atraente. Com todos esses dados levantados, é só botar a mão na massa!

4. Planejamento de marketing nas redes sociais

É preciso muita dedicação para garantir o sucesso das suas ações de marketing nas redes sociais. Produção de conteúdo de qualidade e publicações frequentes são tarefas fundamentais para garantir a efetividade do trabalho realizado.

4.1. Conheça o seu público

A única forma de produzir um material que seja, de fato, relevante é conhecendo a fundo a pessoa com quem você está se comunicando. É o primeiro passo em qualquer estratégia de marketing digital, seja a produção de conteúdo, inbound ou ações de social media.

Criar personas (representações que definem o seu cliente ideal) é a forma mais eficaz de nortear o seu conteúdo e orientar o trabalho da sua equipe de produção.

4.2. Use a linguagem correta

Se você quer se comunicar de forma eficaz com o seu público, precisa falar a mesma língua que ele. Entender como sua persona se comunica é fundamental para garantir que a sua mensagem seja transmitida corretamente.

Cada pessoa exige um trato distinto. Você não se comunica com jovens estudantes da mesma forma que se comunica com líderes e autoridades. Quanto mais alinhada a linguagem entre o consumidor e a empresa, mais efetivo é o trabalho e mais fácil será o engajamento.

4.3. Empatia

Coloque-se no lugar do seu público ou sua persona, tente olhar o seu negócio pelos olhos do seu cliente. Esse conteúdo é verdadeiramente útil para mim? Eu realmente preciso disso?

São exercícios simples como esse que pode melhorar significativamente a qualidade do material que você oferece. Uma curadoria de conteúdo pode ser muito útil para definir os melhores trabalhos para publicar.

4.4. Escute o seu público

Mantenha uma comunicação aberta com a sua audiência, ela pode fornecer pistas valiosas para melhorar as suas ações de marketing nas redes sociais. Instigue e motive seus seguidores a interagirem.

Peça por opiniões e feedbacks, ofereça recompensas por pequenas pesquisas como e-books ou amostras do seu produto, promova discussões e saiba lidar com as críticas. Afinal, são elas que mais ajudam a identificar falhas importantes e que requerem ajustes imediatos.

4.5. Conteúdo sob medida

Há quem poste o mesmo conteúdo exatamente da mesma forma em todas as redes sociais, apenas compartilhando o post primário e isso não é legal!

Cada rede social tem um formato diferente, se você simplesmente compartilha o link original, a mensagem fica “quebrada” nas outras plataformas. Formate o conteúdo de acordo com as exigências e expectativas de cada espaço online, só assim você garante bons resultados em todos os lugares.

4.6. Gamifique

A gamificação consiste em transformar o conteúdo em uma experiência para o usuário. É apresentar imagens, vídeos e textos interativos, unir vários formatos, plataformas diferentes e, principalmente, apresentar recompensas pelo alcance de objetivos. Todas as armas que puder utilizar para envolver o seu público são bem-vindas!

4.7. Estabeleça metas

Absolutamente todo o conteúdo que você criar e disponibilizar deve ser pensado mirando um objetivo específico. Quais são as necessidades do seu negócio? Melhorar a imagem da marca? Aumentar a visibilidade?

Sem um foco definido não é possível desenvolver estratégias e conteúdos que sejam realmente relevantes. Afinal, sem traçar uma rota, você não chega a lugar nenhum!

4.8. De olho nas métricas

Os indicadores são a maneira mais eficiente de acompanhar as suas ações de marketing nas redes sociais, além de oferecerem um feedback da qualidade e eficiência de cada conteúdo postado.

Número de curtidas, visualizações, engajamento e conversão são exemplos de métricas utilizadas para levantar dados sobre o comportamento do público. Algumas ferramentas de marketing digital como o Google Analytics e o Facebook Insights podem ajudar a monitorar a sua audiência. Falaremos mais sobre isso adiante.

4.9. Preserve sua identidade

Desenvolver uma marca sólida é essencial para manter a sua identidade na rede. É preciso manter um padrão nas suas ações, postagens e conteúdos. Preserve “a cara do seu negócio” e tenha algum elemento que o identifique em qualquer lugar.

4.10. Acompanhe os acontecimentos

Eventos ou imagens marcantes podem ajudar a promover a sua marca. Memes famosos e polêmicas da política, por exemplo, podem oferecer “ganchos” para produzir posts com forte poder de atração.

É claro que é bom tomar cuidado com as polêmicas, já que o tiro às vezes sai pela culatra. Porém, quando bem executada, esse tipo de estratégia pode representar uma grande oportunidade para o seu negócio.

5. Possibilidades de anúncios

Cada rede social conta com as suas próprias regras, mecanismos e algoritmos, mas, de uma maneira geral, o alcance natural das postagens sempre apresenta alguma limitação. Investir em anúncios pode ajudar a contornar essas limitações e aumentar o alcance do seu conteúdo. Confira os sistemas de mídia paga das redes sociais mais famosas:

5.1. Facebook Ads

As últimas mudanças no algoritmo do Facebook geraram muita polêmica entre os usuários, principalmente devido à queda abrupta do alcance orgânico das fanpages. A rede social já está praticamente obrigando as empresas a pagarem pelo mínimo alcance das suas postagens.

O Facebook Ads apresenta diversas funcionalidades, sendo as principais delas a segmentação e a mensuração dos anúncios. Você pode investir qualquer valor e isso é ótimo, pois isso permite começar mesmo com um baixo orçamento de marketing. Porém, não se engane, resultados significativos só virão quando elevar consideravelmente as suas aplicações.

5.2. Instagram Ads

O Instagram é uma espécie de “irmão mais novo” do Facebook. É possível vincular as contas nas duas plataformas e ganhar alguma eficiência. Os anúncios do Facebook aparecem no Instagram e vice-versa.

Assim como acontece no Facebook Ads, o Instagram Ads ajuda a minimizar as limitações impostas pelo seu algoritmo. Vale lembrar que as duas redes sociais utilizam abordagens diferentes e é bom que seu conteúdo seja personalizado para cada uma delas.

5.3. Twitter Ads

Apesar do Twitter não ter alcançado uma popularidade tão notável quanto o Facebook e Instagram, seu uso vem crescendo bastante no Brasil, assim como os investimentos no seu programa de anúncios.

O Twitter Ads apresenta várias funcionalidades, porém a mais utilizada são os tweets patrocinados que surgem nos feeds dos usuários aumentando a visibilidade e as chances de conquistar novos seguidores.

5.4. LinkedIn Ads

Ainda modesto no Brasil, o LinkedIn Ads pode gerar resultados interessantes para as empresas que já se posicionam bem dentro rede social. Suas funcionalidades não são muito diferentes dos demais.

Os anúncios surgem no topo da página e nas laterais como “sugeridos”. A vantagem é que o LinkedIn é um ótimo espaço para obter leads qualificados, pois é uma rede social desenvolvida para receber profissionais, líderes de empresas e recrutadores.

5.5. Youtube Ads

Ninguém gosta de ter o seu vídeo preferido interrompido por um anúncio, mas a verdade é que quando são bem planejados e produzidos, eles podem gerar ótimos resultados e não é à toa que são amplamente utilizados por grandes organizações.

Além dos anúncios interruptivos dentro dos vídeos, o Youtube Ads oferece opções de divulgação em diferentes áreas do site que não interferem na experiência dos usuários como no topo das buscas (semelhante ao AdWords) ou entre os vídeos recomendados.

6. Como criar conteúdo para as redes sociais?

Uma boa estratégia de produção de conteúdo deve contemplar o marketing nas redes sociais. Confira abaixo alguns fatores essenciais para arrasar na produção de materiais relevantes:

6.1. Foco na persona

Sempre leve em conta as necessidades e desejos da sua persona, eles devem ser a base da sua estratégia. Ofereça soluções que resolvam as suas dúvidas e problemas de forma rápida, prática e eficiente.

6.2. Pesquise bastante

Vasculhe a web em busca de sites e páginas que sua persona visita com frequência. Nada de copiar! Apenas identifique padrões na linguagem e nos artigos que podem ajudar a elaborar os seus posts.

6.3. Arrase nos títulos e chamadas

Produza títulos que despertam a curiosidade da sua audiência e capriche também nas chamadas para redes sociais. São detalhes no texto que podem disparar o número de cliques nas suas postagens.

6.4. Capriche nas imagens

Capriche também na produção de imagens, não só para as redes sociais que dão destaque a elas. As pessoas tendem a ser mais sensíveis a conteúdos visuais.

6.5. Faça um cronograma

Defina os dias e horários que sua persona utiliza as redes sociais e programe suas publicações de acordo com a rotina dela.

6.6. Não se esqueça do CTA

Seu conteúdo tem um propósito, certo? Conversão! O CTA ou Call To Action é aquele “empurrãozinho” que leva o seu visitante a realizar a ação desejada. Está a fim de continuar aprendendo sobre marketing nas redes sociais? Então continue a leitura!

7. Métricas de redes sociais: quais são as mais importantes?

O controle e o acompanhamento das suas ações de marketing nas redes sociais é o que salva do terrível “achismo” que pode custar muito caro no fim da sua campanha. Essas plataformas contam com seus próprios sistemas de gerenciamento como o Facebook Insights e o Twitter Analytics, mas, de uma forma geral, podemos considerar algumas métricas como fundamentais para o bom resultado do seu negócio. São elas:

7.1. Tráfego

Um dos papéis primários das redes sociais é levar tráfego para o seu blog ou para o site da sua empresa. Se as suas ações não estão conseguindo fazer isso, provavelmente muita coisa precisa ser revisada.

7.2. Alcance

O alcance é o número de pessoas que suas ações estão conseguindo atingir. Não quer dizer que todas essas pessoas leram ou interagiram com a sua postagem (certamente não), mas é um indicador de funcionamento dos sistemas de divulgação da rede social.

7.3. Engajamento

Aqui consideramos as pessoas que não só foram alcançadas, mas também interagiram com o seu conteúdo. São os likes, comentários e compartilhamentos que suas postagens conseguem gerar. É um excelente modo de descobrir quais os materiais que mais instigam o seu público.

7.4. Crescimento

O aumento do número de seguidores ou inscritos é um indicativo de crescimento. É sua audiência dizendo: continue com o bom trabalho! E você deve continuar, pois quanto maior o seu público, maior o alcance e relevância das suas postagens.

7.5. Cuidado com a vaidade!

Não se deixe iludir pelas famosas métricas de vaidade. Todo empreendedor adora os grandes números, mas a verdade é que eles nem sempre significam resultados reais.

Não adianta ter milhões de visitantes no seu site se nenhum deles se interessa realmente pelo seu produto e o mesmo vale para o marketing nas redes sociais. Nessa disputa de fãs versus seguidores, sai na frente quem realmente consegue engajar o seu público e torná-lo o grande protagonista da sua divulgação.

8. Conte com um parceiro para melhorar os resultados

O ambiente online já se consolidou como um espaço repleto de oportunidades. Inúmeras empresas do Brasil e do mundo, dos mais variados tamanhos, públicos e segmentos, estão investindo diariamente em marketing digital.

Entretanto, ações de marketing eficazes requerem muita experiência e capacidade técnica. Contratar uma agência pode ajudar a conquistar resultados muito mais rápidos do que tentar fazer tudo sozinho, o que você não vai conseguir. Não hesite em buscar ajuda profissional.

Deseja aprimorar as suas ações de marketing nas redes sociais? Fale conosco e conheça um time de especialistas incríveis que podem ajudar a alavancar os resultados do seu negócio!

Powered by Rock Convert

Social Media do HUB Criação.

Apaixonada por gatos tanto quanto marketing digital.