Descubra para que serve e quais são os benefícios de um blog

Já pensou em criar um blog para incrementar a sua estratégia de Marketing Digital? Muita gente ainda não entende para que serve um blog e se realmente vale a pena investir nele. Então, vamos partir do começo, certo?

Os primeiros blogs surgiram na década de 1990 com a função de “diário online”, antes mesmo de que redes sociais populares como Facebook e Instagram sequer sonhassem em existir. Entretanto, desde então, os blogs foram se ramificando em diversas outras especialidades e ganhando cada vez mais importância, especialmente para os negócios.

Atualmente, eles ainda mantêm a comunicação como característica fundamental do formato, mas os conteúdos e os propósitos cresceram em diversas direções. Além do uso corporativo, podemos ver a plataforma sendo utilizada para marketing pessoal, divulgação de produtos e tutoriais sobre determinado tema, por exemplo.

O uso de blogs vem se consolidando como uma estratégia eficaz de engajamento de futuros clientes por meio da publicação de conteúdos relevantes. Se uma imobiliária quer fazer com que mais pessoas conheçam os serviços prestados, por exemplo, por que não publicar posts que possam interessar a quem deseja comprar um apartamento?

Ao contrário do caráter institucional dos websites, uma das características dos blogs é criar um relacionamento com o público ao disponibilizar as informações de que ele precisa. Quer saber como isso pode se refletir nas vendas?

A seguir, listaremos os principais benefícios que um blog pode trazer para os negócios. Também vamos mostrar o que deve ser levado em consideração durante o processo de criação da página e como fazer a mensuração do ROI de conteúdo. Confira!

Quais são os benefícios de um blog?

Colocar a empresa nos principais resultados do Google

Ser encontrado na primeira página da pesquisa de buscadores é um privilégio que muitos pagam caro para ter. A disputa para colocar um anúncio em primeiro lugar no resultado da pesquisa pode ser bastante cara, dependendo da palavra-chave utilizada. Para quem tem dúvidas acerca da utilidade de um blog, os resultados começam aí.

Você pode aparecer na busca de forma totalmente gratuita, nos resultados orgânicos. Por meio das técnicas de SEO (Search Engine Optimization), o blog corporativo alcançará um excelente ranqueamento nos buscadores, o que gerará mais tráfego, também, para o seu site institucional.

A pesquisa Content Trends 2017, organizada pela Rock Content, aponta que a média mensal de visitantes do site aumenta 1,8 vezes para empresas que publicam posts no blog, em comparação com as que não fazem isso.

Estabelecer mais autoridade no assunto

Quando você produz conteúdo sobre a temática em que a empresa é especializada, isso gera mais credibilidade sobre a marca. Para entender melhor, coloque-se no lugar do público-alvo. Imagine que você tenha uma dúvida sobre um determinado assunto e encontre a resposta na postagem de um blog corporativo que aborde temáticas acerca do produto vendido pela empresa.

Mesmo que você não compre o produto naquele momento, o nome da empresa ficará na sua cabeça quando você sentir a necessidade de adquiri-lo. Isso acontece porque a marca ganhou autoridade naquele assunto ao resolvê-lo para você. Assim, quando você precisar comprar o produto, provavelmente escolherá a empresa que parece mais confiável naquela área.

Aumentar as vendas dos negócios

Afinal, para que serve o blog na hora de vender o produto? Como mencionamos, a credibilidade que a marca conquista por meio das postagens do blog ajudará a trazer o cliente para dentro do funil de vendas. A lembrança da empresa durante a decisão da compra será fundamental.

Quer um exemplo disso? De acordo com o estudo E-commerce Trends 2017, também realizado pelo Rock Content, as lojas virtuais que têm blogs conseguem 3 vezes mais visitantes e 2,5 vezes mais clientes.

Em relação à obtenção de leads, essa é uma estratégia essencial para que o setor de vendas possa colaborar com o marketing. A pesquisa Martech 2017, que monitora as tendências de Marketing e Vendas para empresas de Tecnologia, apontou que posts em blog representam 72% das estratégias para conseguir mais leads.

Educar o público-alvo sobre o seu produto

Construir a credibilidade sobre a marca por meio de conteúdos relevantes é muito bom, mas e se o futuro consumidor ainda não sabe que precisa do produto ou serviço que você oferece? Para que serve o blog, então, se as postagens não atrairão o público até a marca?

É por isso que o conteúdo postado não pode ser elaborado sem um planejamento estratégico com foco nas necessidades da persona e em como a empresa pode supri-las. Se o futuro cliente ainda não sabe que precisará da marca, o blog precisa educá-lo na temática abordada.

Quando o consumidor estiver ciente de todo o assunto que cerca o seu produto, ele já pode começar a sentir a necessidade de adquiri-lo. É aí, então, que as postagens do blog continuarão a guiá-lo pelo funil de vendas até a conclusão da compra.

Entender mais os interessados na marca

As ferramentas de análise de quem visita o blog corporativo são excelente indicadores do comportamento do público. Observar a localidade que gera mais visitantes, o dispositivo mais utilizado para acessar o conteúdo ou o número de visitas em determinados assuntos pode gerar informações valiosas para a equipe de marketing.

Comparar esses dados com o que já se sabe sobre o público-alvo pode enriquecer o conhecimento sobre os consumidores ou servir de alerta para que a equipe de marketing analise se a estratégia está atingindo o que foi proposto.

Além das métricas, os blogs permitem uma aproximação mais humanizada da marca com os clientes. Ao interagir com o público-alvo nos comentários, é possível obter informações úteis. Essa prática contribui para que a empresa esteja alinhada com as expectativas e necessidades do cliente. Outra dica fundamental é ficar atento as principais tendências do segmento da sua empresa.

O que levar em consideração ao criar um blog corporativo?

Planejamento de pautas

Primeiramente, é necessário planejar todas as pautas dos conteúdos que pretende postar com objetivo de direcioná-los para o seu público. Para isso, é importante voltar no perfil da sua persona para escolher os temas mais relevantes de acordo com suas dores e necessidades.

Além do assunto abordado, também é preciso definir a data das publicações, data de divulgação, as palavras-chaves mais ranqueáveis, os prazos de produção de conteúdo, entre outros.

Boas práticas de SEO

O alinhamento de boas práticas de SEO com a produção de conteúdo é algo essencial para garantir o sucesso do seu blog. Escolher as palavras-chave certas, elaborar um título claro e objetivo e manter o conteúdo atualizado dão alguns exemplos de estratégias de SEO que levarão as suas publicações para um lugar de destaque no Google.

Conteúdo bem escrito e relevante

De acordo com o Relatório Content Trends 2018, as empresas que adotam marketing de conteúdo recebem 2,6 vezes mais visitantes do que aquelas que não adotam. Isso é uma prova do quanto essa estratégia é fundamental para aumentar o alcance do público nos dias de hoje.

Porém, não basta apenas publicar qualquer tipo de conteúdo: é preciso investir em publicações bem escritas e que sejam realmente relevantes para a sua persona.

Como mensurar o ROI do conteúdo?

Não dá pra ter sucesso o tempo todo. Qualquer tipo de negócio tem seus momentos de subida e queda de engajamento, atração, relevância, entre outros. Nesse sentido, é indispensável fazer o monitoramento do ROI para identificar a melhor hora para mudar de estratégia.

Listamos as principais métricas que você deve ficar de olho no seu blog. Confira!

1. Taxa de rejeição

A taxa de rejeição mostra quantos usuários abandonaram a sua página logo depois de entrar. Os motivos podem ser variados: o design do blog pode estar exagerado, os conteúdos podem não ser tão relevantes para a persona etc. Caso a taxa esteja muito elevada, é preciso fazer uma avaliação para encontrar a fonte do gargalo rapidamente.

2. Taxa de cliques

A taxa de cliques é calculada por meio da divisão entre o número total de cliques no link ou anúncio e a quantidade de visualizações da página. Essa métrica é crucial para verificar se quantas pessoas realmente interagem com as suas publicações do blog.

3. Engajamento dos posts

Essa é a métrica ideal para verificar o relacionamento da sua marca com sua persona. O engajamento dos posts é avaliado a partir das curtidas, compartilhamentos e comentários dos usuários. Por si só, esses números não representam conversões ou o aumento dos lucros, porém eles mostram o quanto o público interage com o conteúdo do blog.

4. Posts mais populares

É fundamental observar os posts que mais tiveram engajamento, a fim de direcionar seus futuros conteúdos para o mesmo caminho. Análise a linguagem, a disposição de imagens, a presença de áudios e repita o mesmo nas suas próximas publicações. Para conferir seus posts mais populares, basta visualizar a Dashboard do Google Analytics ou instalar um plugin pelo WordPress.

Os blogs corporativos são uma ótima adição para toda estratégia de marketing. O custo não é alto e as postagens proverão benefícios para a empresa mesmo muito tempo após a postagem. Além disso, vale dizer que é bastante importante investir em redes sociais, mas armazenar conteúdos relevantes em uma plataforma somente sua é fundamental.

Por fim, não se esqueça do mais importante! Toda informação publicada precisa ser comprovada e todo o texto precisa ser revisado para que o conteúdo seja da mais alta qualidade, certo? Certifique-se de entregar ao público o que você gostaria de receber como cliente.

Você conhece pessoas que ainda não entendem para que serve um blog? Compartilhe esta postagem nas suas redes sociais e ajude a espalhar os benefícios de uma página com essas características!

Ebook Mitos do Marketing DigitalPowered by Rock Convert